Perguntas que não querem calar

Nem Romeu Nem Julieta & eu

O post de hoje vai fugir um pouco do tema central do blog, mas é por um bom motivo: um dos maiores comentaristas do NRNJ, o querido André Hötter, me indicou para participar de uma TAG e contar um pouco mais sobre o blog e sobre mim. Achei as perguntas muito legais e, como gostaria de ver as respostas de outros blogueiros também, não podia deixar passar em branco. Os blogs que indico para participar são: Forma: Plural; Minha casa, minha lidaBook AddictOi Carolina; e Wonderlandee

1 – Como surgiu a idéia de criar um Blog?

A idéia surgiu quando percebi que muitas amigas me pediam dicas de surpresas para o aniversário de namoro, mimo pro namorado e coisas deste tipo. Achei que era o tipo de coisa que ainda não tinha sido muito abordado por blogs e achei que estava mais do que na hora de montar um com esse foco.

2 – Qual assunto você não compartilharia ou não escreveria em seu blog?

Procuro nunca dizer nunca… mas acho muito improvável que você leia algum post sobre política no Nem Romeu Nem Julieta.

3 – Os comentários são essências para manter um blog ‘vivo’ e ativo?

Sem dúvida! Acho que os comentários são essenciais, primeiro como forma de motivação para que o trabalho continue (e como dá trabalho!) e segundo porque é uma forma sensacional de encontrar outras pessoas com interesses semelhantes aos seus e muita coisa bonita pra mostrar. Sou louca por novidades e acho essa ferramenta de troca muito divertida.

4 – Quais os dois blogs que você + acessa e por qual motivo?

Acesso MUITOS blogs todos os dias mas o motivo é um só: empatia com o conteúdo. Meu dia começa checando as atualizações dos blogs que sigo no Reader do WordPress (incluindo todos os que citei neste post) e depois sigo conferindo os feeds de outros blogs, por meio do aplicativo “Flipboard” do Ipad.

5 – Qual foi seu maior número de acesso em um dia?

Até hoje, 259 acessos no dia dos namorados. Bem longe da meta dos mil acessos por dia, mas espero chegar lá em algum momento.

6 – Quanto tempo gasta na criação de um post?

Muito, especialmente se a imagem precisa de bastante edição. Entre pesquisa, edição de imagem e redação, diria que uma 4 a 5 horas em média, mas acaba que ao pesquisar um assunto acabo achando outro relevante para um próximo post…

Além disso, tento organizar uma agenda de posts para não acabar esquecendo as idéias e tornar a postagem mais fácil. Adianto os posts o máximo possível, deixando-os agendados, especialmente antes de uma viagem, por exemplo. A idéia é assegurar a continuidade e regularidade das postagens.

7 – Comer, rezar ou amar?

Amar em primeiro lugar, comer em segundo e rezar em terceiro. Acredito em “energia” positiva e negativa e na força do nosso pensamento. Mas não me encontrei em uma única religião, por isso acabo adotando princípios que achei interessantes em várias delas. No entando, na hora de rezar, tenho na ponta da língua o pai nosso, a ave maria e uma oração para o meu “anjo da guarda”,

8 – Se pudesse viver um personagem de um filme qualquer, qual seria?

Adoraria ser Hermione Granger, a amiga do Harry Potter! Hahahaha! Sou fã do mundo mágico paralelo que J. K. Rowling criou e acharia o máximo participar das filmagens.

9 – Qual sua série de TV preferida?

Sou uma seguidora voraz de algumas. As mais recentes: Homeland, Revenge, The Walking Dead e ultimamente tenho assistido The Killing com meu marido, mas nem se compara com as outras. Acho que ele está mais viciado do que eu.

10 – Muitos dizem que o verdadeiro amor só acontece uma vez na vida. Acredita que ❝ o amor da sua vida ❞ tenha passado ou esteja com você?

Acredito que estou casada com o amor da minha vida e espero que o tempo só venha a confirmar minha convicção.

11 – Defina-se em uma música e por quê?

A minha música preferida costumava ser “Who’s Gonna Ride Your Wild Horses” do U2. Acho que sempre que gostamos muito de alguma coisa é porque nos identificamos com ela ou identificamos nela algo que gostaríamos de ser, né? Hoje em dia, ainda estou procurando pela minha “nova música”… mas toda vez que escuto a música de abertura de True Blood, o primeiro verso fica na minha cabeça: “when you came in, the air went out”, provavelmente porque estou sempre em busca daqueles momentos que te deixam “breathless”.

É isso! Espero que tenha respondido tudo direitinho e que você tenha gostado de saber um pouco mais sobre o blog e sobre mim.

Beijocas e boa semana!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Histórico

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber novos posts por email.