Um casamento feliz

Um casamento felizComo vocês sabem, há alguns dias atrás eu e meu amor fomos a um casamento de um casal muito querido. A cerimônia foi simples, na beira do lado, no final do dia e sem muita formalidade. Uma conhecida da família fez um belo discurso e, ao final, os noivos declamaram um poema emocionante juntos. Acho que foi um dos casamentos mais animados a que eu já fui.

Há casamentos de todos os tipos: cheios de pompa e circunstância, tradicionais e os mais descontraídos, como esse. E, depois de um tempinho indo a um e outro casório, percebo que os casais mais felizes são aqueles que fizeram uma festa “para eles” e não “para os outros”. Explico: muita gente faz uma festa imensa, convida Deus e o mundo, gasta uma fortuna e a festa vira um evento protocolar, em que os noivos nem conhecem todos os convidados e vice-versa. O noivo se preocupa se vai ter black label pra todo mundo, a noiva se preocupa se vai ter lembrancinha e no final quem realmente se importa com o casal vai estar muito pouco preocupado com a forma e interessado é no conteúdo.

E por falar nisso, essa foi a parte mais tocante do ritual. Eles declamaram este poema abaixo, chamado Canção de Núpcias, de Dom Marcos Barbosa, uma estrofe a noiva, outra o noivo.

Nossos caminhos são agora um só caminho,
nossas almas, uma só alma.
Cantarão para nós os mesmos pássaros,
e os mesmos anjos desdobrarão sobre nós
as invisíveis asas.

Temos agora por espelho os nossos olhos;
o teu riso dirá a minha alegria,
e o teu pranto, a minha tristeza.

Se eu fechar os olhos, tu estarás presente;
se eu adormecer, serás o meu sonho;
e serás, ao despertar, o sol que desponta.

Nossos mapas serão iguais,
e traçaremos juntos os mesmos roteiros
que conduzam às fontes escondidas
e aos tesouros ocultos.

Na mesma página do Evangelho encontraremos o Cristo,
partiremos na ceia o mesmo pão;
meus amigos serão os teus amigos,
perdoaremos com iguais palavras
aqueles que nos invejam.

Será nossa leitura à luz da mesma lâmpada,
aqueceremos as mãos ao mesmo fogo
e veremos em silêncio desabrochar no jardim
a primeira rosa da Primavera.

Iremos depois nos descobrindo nos filhos que crescem,
e não mais saberemos distinguir em cada um
os meus traços e os teus,
o meu e o teu gesto,
e então nos tornaremos parecidos.

E nem o mundo nem a guerra nem a morte,
nada mais poderá separar-nos,
pois seremos mais que nunca,
em cada filho,
uma só carne
e um só coração.

Que o homem não separe o que Deus uniu.
Que o tempo não destrua a aliança que nos prende,
nem os amores, o amor.

Que eu não tenha outro repouso que o teu peito,
outro amparo que a tua mão,
outro alimento que o teu sorriso.
E, quando eu fechar os olhos para a grande noite,
sejam tuas as mãos que hão de fechá-los.

E, quando os abrir para a visão de Deus,
possa contemplar-te como o caminho
que me levou, dia após dia,
à fonte de todo amor.

Nossos caminhos são agora um só caminho,
nossas almas, uma só alma.
Já não preciso estender a mão para alcançar-te,
já não precisas falar para que eu te escute.

Nem preciso dizer que nao consegui conter as lágrimas, né? Espero que você goste e que inspire o seu final de semana!

Anúncios

6 Respostas para “Um casamento feliz

    • Curtiu, Indira? Achei o poema tão perfeito pra casamentos! :)
      Beijinhos

      • Muiiiiito Lindo, tô até pensando em adotar a idéia no meu casório também! rsrs.
        E acho ainda que você tem toda razão quando diz que os casais mais felizes são os fazem os casamentos pra eles mesmo, e “não para os outros”. Esse afinal é um grande momento, só que deles ORA! ;D
        Adorei mesmo! bjinhos.

      • É isso aí, Indira! Ah, querida, que seu casório seja super especial!!! Acho que mais feliz do que esse dia, só o nascimento dos filhos (ainda nao posso dizer, quando tiver meu primeiro eu te conto! hehehehehe!).
        Beijos, linda!

  1. nunca fui em casamento, pq na maioria das vezes eu estava estudando ou trabalhando.

    • Oi Lilian!
      Puxa, que dureza, hein, amiga! Mas certamente ainda surgirão tantas oportunidades… não esqueça de levar os lencinhos… eu sempre choro, é um terror! Dá-lhe maquiagem a prova d’água! Hehehe!
      Beijos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Histórico

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber novos posts por email.

%d blogueiros gostam disto: