Basta!

Desapaixonar

Quem é que gosta de despedidas nessa vida? O momento em si é péssimo, mesmo se depois bate aquela sensação de alívio. Mas quando chega a hora de dizer adeus, não tem jeito. Quanto mais se posterga o momento da separação, mais tempo demora para seguirmos em frente sem culpas.

Por isso, o post de hoje tem como objetivo ajudar a decidir se é o momento de dar um basta no relacionamento e, se for, a fazê-lo de uma forma bacana.

O primeiro passo então é decidir se chegou a hora de cortar os laços. Parece fácil, mas não é. Quanta gente não joga a toalha antes do tempo e depois se arrepende? Como fazer então pra ter certeza se a hora chegou? É só se perguntar:

1 – você sente falta da pessoa quando não está com ela?

2 – você sente atração física pela pessoa?

3 – quando ela te chama pra sair, você inventa alguma desculpa pra adiar, mesmo que seja pra ficar em casa assistindo TV?

4 – você também sente atração por outras pessoas?

Se você chegou à conclusão de que é hora de terminar, aqui vão algumas dicas para encarar o desafio sem esculachar o coração de ninguém:

1. Coloque-se no lugar do outro: imagine a situação inversa, ou seja, que alguém de quem você gosta muito está dizendo que não quer mais conviver com você como antes. Escolha bem as palavras que dirá à pessoa e jamais comece a listar os defeitos ou atitudes do outro que fizeram com que você decidisse se afastar. Só cabe uma única exceção a essa regra: é a hipótese de não haver certeza de que não o interesse pela pessoa morreu de vez. Se você quiser abrir uma porta para a pessoa corrigir um comportamento que te irrita muito, diga o que te levou a terminar. Mas cuidado: certas características são tão ligadas à personalidade do outro que esperar por uma mudança chega a ser ilusão.

2. Saiba o que quer dizer: pra ficar mais fácil, tente escrever uma carta para a pessoa, dizendo tudo o que queria. Deixe-a na gaveta por 2 dias, sem ler. No terceiro dia, leia a carta novamente. Vai ficar mais fácil de ver o que você realmente quer dizer e o que você ia falar apenas pelo calor da emoção.

3. Escolha hora, lugar e modo apropriados: quando você decidir o que quer dizer, não importa quão cheia está sua agenda, arrume tempo para falar pessoalmente. Escolha um local pouco movimentado para evitar constrangimentos e organize-se para ter tempo suficiente para conversar sem parecer que está ticando mais um item da lista de mercado. Se vocês estão morando longe e a situação está insustentável, pelo menos marque uma hora para falar por Skype.

4. Seja firme: uma vez tomada a decisão, não deixe a pena, a culpa ou o medo de não ter mais companhia te fazer voltar atrás. Quanto mais em dúvida você parecer, pior. A outra pessoa vai manter as esperanças e fazer de tudo pra te convencer a voltar. Lembre-se de que não há mágica que faça as atitudes e os sentimentos do último mês mudarem em 15 minutos. Seja gentil sempre, mas seja firme.

5. Afaste-se: não ligue, não escreva, mude a configuração de privacidade no Facebook para que a pessoa não tenha mais acesso às suas postagens, fotos e notícias. Da mesma forma, se vocês iam sempre juntos a certo lugar, dê um tempo. Comece a frequentar outro local ou o mesmo lugar em outro dia.

E você? Como lidou com o fim de um relacionamento? Compartilhe com a gente.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Histórico

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber novos posts por email.

%d blogueiros gostam disto: